Raízes e Asas II – Curso Internacional com Bárbara Santos

De 14 a 19 de março de 2011, o Centro de Teatro do Oprimido (CTO) abre o primeiro módulo avançado de qualificação para praticantes do Teatro do Oprimido interessados(as) em aprofundar a compreensão teórica, a partir da experimentação prática, do método criado pelo teatrólogo Augusto Boal. O curso trabalhará conceitos essenciais que fundamentam o método e permitem o desenvolvimento coerente de sua prática. A associação de aulas teóricas à workshops de experimentação permite que a discussão conceitual avance do plano abstrato para uma concretização esclarecedora.

No projeto Teatro do Oprimido de Ponto a Ponto, a equipe do CTO, sob direção de Augusto Boal e coordenação de Bárbara Santos, desenvolveu programas estruturados de qualificação que, entre 2005 e 2010, garantiram a formação de pelo menos 700 multiplicadores do método no Brasil, Guiné-Bissau e Moçambique, em processos supervisionados de longo prazo. Essa prática permitiu a experimentação, avaliação e sistematização de programas que estão sendo aplicados em módulos distintos e re-avaliados para constituírem a estrutura pedagógica de um curso-modelo de qualificação de praticantes do Teatro do Oprimido.

Na Conferência de 2009, no Rio de Janeiro, assim como nos últimos eventos internacionais de Teatro do Oprimido realizados na Áustria, Croácia e Índia, destacou-se a carência e a necessidade urgente de oferta de qualificações aprofundadas e estruturadas, que abordem o arsenal teórico e analisem criticamente a prática do método. Esse módulo avançado de qualificação pretende ser uma ação concreta na construção desse caminho necessário.

Dias e horário de curso: 14, 15, 17, 18 e 19 de março de 2011 (10h às 13h / 15h às 19h)

Programa:

  • Estrutura pedagógica da Árvore do Teatro do Oprimido
  • Conceitos essenciais: Opressão; Contextualização; Ascese
  • Dramaturgia do Teatro-Fórum (dramaturgia do Diálogo)
  • Curinga – função pedagógica, política e estética
  • Estética do Oprimido

Evento Público: 16 de março (Comemoração do Dia internacional do Teatro do Oprimido e lançamento Instituto Augusto Boa)

Local: Centro de Teatro do Oprimido, Av. Mem de Sá 31, Lapa, Rio de Janeiro

Inscrições: Flávio Sanctum ( flaviosanctum@ctorio.org.br )

Idiomas Possíveis: Inglês / Português / Espanhol

Carnaval no Rio de Janeiro: De 05 a 12 de março: período intenso de atividades carnavalescas. Para quem tiver interesse de aproveitar a oportunidade para conhecer o carnaval carioca, podemos enviar informações complementares sobre os eventos na cidade.

 

Publicado por

LASTRO

O Laboratório da Conjuntura Social: tecnologia e território, criado em julho de 1996, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem, por principal finalidade, a valorização da ação social e dos estudos de conjuntura na pesquisa urbana, no momento em que a reestruturação econômica, apoiada nos fluxos informacionais e em novas orientações administrativas, altera oportunidades sociais, funções metropolitanas e o teor sócio-cultural da vida coletiva. O LASTRO encontra-se organizado em torno de uma proposta de trabalho eminentemente metodológica e transdisciplinar, que inclui o alcance de passagens analíticas, de difícil execução, entre esferas, níveis e escalas da experiência urbana brasileira. No desvendamento de uma metodologia adequada à análise de conjuntura comprometida com a dinâmica urbana, valoriza-se o ângulo da ação, onde outras opções analíticas privilegiam mudanças técnicas e tendências exclusivamente econômicas. Sem abandonar estes caminhos, o LASTRO adota, como seu norte reflexivo, as mutações no tecido social, manifestas através de alterações em representações coletivas dos contextos urbanos e em disputas de oportunidades de integração social. A ênfase na conjuntura corresponde a objetivos analíticos relacionados aos vínculos entre estrutura e ação, aos determinantes especificamente sociais da experiência urbana, à desinstitucionalização de relações sociais e à apropriação social de recursos materiais, técnicos e culturais condensados nos espaços metropolitanos do país

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s