Arquitetura da Violência – ARQVIOL

Publicado originalmente em: http://www.uff.br/arqviol/apresentacao.html

site acima diz respeito a pesquisa “Arquitetura da Violência”, desenvolvida no Departamento de Arquitetura da Universidade Federal Fluminense desde o ano 2000. O objetivo do site é disponibilizar e divulgar via rede a produção do grupo ampliando e atualizando as informações já disponibilizadas no DVD ArqViol, lançado em novembro de 2008.

A criação do grupo foi , sem dúvida, a possibilidade de oferecer a oportunidade a estudantes interessados em desenvolver atividades de pesquisa, encontrando na universidade um espaço para diversificar e aprofundar a sua formação acadêmica, complementando às atividades de ensino e extensão.

De maneira geral os bolsistas têm reconhecido a oportunidade e assumido seu papel de agentes da pesquisa, formulando propostas de encaminhamento de linhas, temas e produção de textos e imagens, assim como produção, manutenção e adequação do próprio espaço de trabalho.

Além da disponibilização dos CLIPPINGS JORNALÍTICOS em forma de banco, para pesquisadores que se interessem pelo tema, o objetivo de manutenção deste site é, sobretudo, valorizar todo o trabalho discente, sem escalas de mérito. Desta forma, foi inserida integralmente a listagem e os resumos da PRODUÇÃO dos estudantes-bolsistas, apresentada e/ou premiada em eventos de iniciação científica. Além de valorizá-los, a divulgação revela para outros estudantes a importância e o mérito da atividade de pesquisa na complementação qualificada acadêmica-profissional.

O interesse que o tema tem despertado trouxe inúmeras solicitações oriundas da mídia em geral, e que se desdobrou em publicações em periódicos locais, regionais e nacionais – impressos e televisivos.

Publicado por

LASTRO

O Laboratório da Conjuntura Social: tecnologia e território, criado em julho de 1996, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem, por principal finalidade, a valorização da ação social e dos estudos de conjuntura na pesquisa urbana, no momento em que a reestruturação econômica, apoiada nos fluxos informacionais e em novas orientações administrativas, altera oportunidades sociais, funções metropolitanas e o teor sócio-cultural da vida coletiva. O LASTRO encontra-se organizado em torno de uma proposta de trabalho eminentemente metodológica e transdisciplinar, que inclui o alcance de passagens analíticas, de difícil execução, entre esferas, níveis e escalas da experiência urbana brasileira. No desvendamento de uma metodologia adequada à análise de conjuntura comprometida com a dinâmica urbana, valoriza-se o ângulo da ação, onde outras opções analíticas privilegiam mudanças técnicas e tendências exclusivamente econômicas. Sem abandonar estes caminhos, o LASTRO adota, como seu norte reflexivo, as mutações no tecido social, manifestas através de alterações em representações coletivas dos contextos urbanos e em disputas de oportunidades de integração social. A ênfase na conjuntura corresponde a objetivos analíticos relacionados aos vínculos entre estrutura e ação, aos determinantes especificamente sociais da experiência urbana, à desinstitucionalização de relações sociais e à apropriação social de recursos materiais, técnicos e culturais condensados nos espaços metropolitanos do país

Um comentário em “Arquitetura da Violência – ARQVIOL”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s