Entre Escombros

Descrição do vídeo, produzido pelo Grupo de Pesquisa Vídeo, Arte e Dança
[ECO/EBA/UFRJ]:

Camera Projection – Entre Escombros

Este vídeo integra a exposição Entre Escombros, vinculada à pesquisa plástica e conceitual de Lícius Bossolan que vem sendo realizada desde 2008 e tem como foco a não concluída edificação da Ala Sul do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HU), implodida em dezembro de 2010.

As fotografias e vídeo aqui apresentados são resultados de ensaios que envolvem a criação e interpretação de uma estudante de dança em um cenário peculiar: os escombros dessa implosão. A poética resultante do contraste entre os aspectos orgânicos do movimento e formas do corpo com as brutas ruínas está inserida no amplo campo simbólico que se relaciona à nossa condição pós-moderna de transitoriedade e instabilidade.

Da mesma forma que as centenas de toneladas de escombros do HU estão sendo retirados, processados e completamente transformados em material útil para novas construções, Entre Escombros é um encontro de olhares que nos mostra, através da arte, a transformação possível e presente, de forma potencial, em diversas realidades.

A cada fotografia aqui apresentada foi aplicada a tecnologia digital de vídeo camera projection, que devolve à imagem fotográfica — imagem plana que se origina da projeção luminosa do referente real e tridimensional — a ilusão de tridimensionalidade, através de movimentação virtual da visão do espectador no espaço digitalmente reconstruído.

A série imagética Entre Escombros tem caráter interdisciplinar e une professores e estudantes do Curso de Pintura da Escola de Belas Artes [UFRJ], da Escola de Comunicação [UFRJ] e do Curso de Dança da EEFD [UFRJ], através do grupo de pesquisa Vídeo, Arte e Dança, coordenado pelo prof. Dr. Luciano Saramago [ECO], ao qual o prof. Lícius é vinculado.

Publicado por

LASTRO

O Laboratório da Conjuntura Social: tecnologia e território, criado em julho de 1996, no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR) da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem, por principal finalidade, a valorização da ação social e dos estudos de conjuntura na pesquisa urbana, no momento em que a reestruturação econômica, apoiada nos fluxos informacionais e em novas orientações administrativas, altera oportunidades sociais, funções metropolitanas e o teor sócio-cultural da vida coletiva. O LASTRO encontra-se organizado em torno de uma proposta de trabalho eminentemente metodológica e transdisciplinar, que inclui o alcance de passagens analíticas, de difícil execução, entre esferas, níveis e escalas da experiência urbana brasileira. No desvendamento de uma metodologia adequada à análise de conjuntura comprometida com a dinâmica urbana, valoriza-se o ângulo da ação, onde outras opções analíticas privilegiam mudanças técnicas e tendências exclusivamente econômicas. Sem abandonar estes caminhos, o LASTRO adota, como seu norte reflexivo, as mutações no tecido social, manifestas através de alterações em representações coletivas dos contextos urbanos e em disputas de oportunidades de integração social. A ênfase na conjuntura corresponde a objetivos analíticos relacionados aos vínculos entre estrutura e ação, aos determinantes especificamente sociais da experiência urbana, à desinstitucionalização de relações sociais e à apropriação social de recursos materiais, técnicos e culturais condensados nos espaços metropolitanos do país

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s