1° SEMINÁRIO DIÁLOGOS DE UM PENSAMENTO EM MOVIMENTO: Ana Clara Torres Ribeiro

1° SEMINÁRIO DIÁLOGOS DE UM PENSAMENTO EM MOVIMENTO: Ana Clara Torres Ribeiro

Data: entre 10 e 11/06/2015. Mais informações nos próximos dias.

Mesa-Redonda: Ação, técnica e espaço no diálogo (USP): Homenagem a Ana Clara Torres Ribeiro

Vídeo da Mesa-Redonda: Ação, técnica e espaço no diálogo interdisciplinar realizada na USP em 29/04/2014

Ana Clara Torres Ribeiro: Maratona literária (evento itinerante de homenagem em São Paulo)

 

Imagem

ImagemImagem

 

Ana Clara Torres Ribeiro – Lançamento de livro: Por uma sociologia do presente, 12 /12 /2012, às 19 hrs

convite

Lançamento do livro POR UMA SOCIOLOGIA DO PRESENTE, em homenagem a Profª Ana Clara Torres Ribeiro.
Dia 12.12.2012 às 19 hs
Centro Cultural Laurinda Santos Lobo
R. Monte Alegre 306 – Santa Teresa.
Rio de Janeiro

“Metrópoles: entre o Global e as experiências cotidianas”

Lançamento do livro “Metrópoles: entre o Global e as experiências cotidianas”, com mesa redonda de homenagem à Ana Clara Torres Ribeiro

Programa APQ 3 chega ao milésimo livro – “Metrópoles: entre o Global e as experiências cotidianas”

Programa APQ 3 chega ao milésimo livro – “Metrópoles: entre o Global e as experiências cotidianas”

A publicação do livro Metrópoles: entre o Global e as experiências cotidianas tem uma importância que vai além das análises que faz sobre temas tão diversos quanto futebol, promoção da cidadania e propostas de políticas públicas para comunidades tradicionais, e a dinâmica entre movimentos sociais, ação do Estado e interesses de empresas. Organizado por Catia Antonia da Silva, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Anita Loureiro de Oliveira, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Ana Clara Torres Ribeiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (in memoriam), e reunindo artigos de 24 autores, brasileiros e estrangeiros, o livro, publicado pela Editora da Uerj (EdUerj), é o milésimo título a ser editado, com o apoio do programa Auxílio à Editoração (APQ 3), da FAPERJ.

É uma marca a ser comemorada! Um dos programas mais antigos da Fundação, o APQ 3 teve início em 1999, e nesses 13 anos possibilitou a publicação de 868 livros e de 132 CDs/DVDs/vídeos, o que se traduziu em investimentos de mais de R$ 14 milhões, dos quais R$ 10 milhões apenas nos últimos cinco anos. Nesse período, o programa ganhou fôlego maior, publicando em torno de cem títulos por ano, com uma média de investimentos de R$ 2 milhões anuais.

“O APQ 3 teve um crescimento significativo nos últimos cinco anos, quando foram destinados R$ 10 milhões para a publicação de 563 obras, distribuídas em todas as áreas do conhecimento”, comemora Mônica Savedra, atual coordenadora do programa. Como ela afirma, são obras de reconhecido mérito científico e tecnológico, produzidas por pesquisadores, representantes de diferentes áreas e instituições de ensino e pesquisa fluminenses. “Essas obras incluem coletâneas, manuais pedagógicos e números temáticos de revistas que divulgam, em meio impresso ou eletrônico, trabalhos que apesar do mérito científico, cultural e tecnológico, nem sempre atendem aos critérios comerciais no mercado editorial.”

Nas palavras do professor Francisco Carlos Teixeira de Mello, o primeiro coordenador do APQ 3, “o antigo Programa de Editoração da FAPERJ – nome que tinha à época – foi uma resposta da Fundação à comunidade científica. Esperávamos ter um papel significativo na melhor qualificação dos pesquisadores e das universidades do estado do Rio de Janeiro”.

O APQ 3, no entanto, não só contribuiu para divulgação da ciência, tecnologia e inovação do Rio de Janeiro, mas também tem sido responsável pelo incremento do mercado editorial do Estado. Mais de 140 editoras fluminenses tiveram sua produção ampliada com a publicação das obras financiadas pela FAPERJ. “Neste sentido, vale ressaltar o apoio que o APQ 3 vem oferecendo às oito editoras universitárias do estado, que têm aumentado sua projeção como representantes significativas da crescente divulgação dos trabalhos do meio acadêmico para um público mais amplo”, ressalta Mônica.

Para a coordenadora do programa, o programa se mostra cada vez mais bem-sucedido. “Tenho certeza de que com a bandeira da divulgação científica, o APQ 3 da FAPERJ vem cumprindo seu papel de promotor da ciência, tecnologia e inovação do Rio de janeiro”, afirma.

“Continuamos a distribuir essas obras para todas as bibliotecas públicas do estado do Rio de Janeiro e para muitas escolas públicas. Dessa forma, com temas relacionados a todas as áreas do conhecimento, pretendemos atingir também as mentes em formação, motivando-as, inclusive, a se direcionarem para a carreira científica. Um fato a salientar é que, apesar da demanda puramente espontânea, vimos observando um número cada vez maior de submissão de projetos para a publicação de livros didáticos, o que consideramos de grande relevância”, pondera Ruy Marques, presidente da FAPERJ. Marques afirma que a possibilidade de maior divulgação do conhecimento será cada vez mais apoiada pela Fundação. E complementou: “Este é um programa que merece ser cada vez mais ampliado, haja vista sua grande penetração na sociedade. Também temos um programa complementar, que é o Apoio à Produção de Material Didático ao Ensino e à Pesquisa, com duas edições já lançadas, e que tem levado ao desenvolvimento de importantes produtos, inclusive livros, CDs, DVDs e vídeos, muitos dos quais já foram publicados por meio do APQ 3.”